Esqueci minha senha cadastre-se

Clínica Proctologista Bagé, Rio Grande do Sul

Encontre as Clínicas Proctologistas de Bagé. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região,aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Marcio Pereira Hetzel
(51) 3214-8000
Av Independencia 330 - Sl. 201
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Intensiva

Dados Divulgados por
Jairo Aparicio Andrade Bueno
(51) 3330-3658
Ramiro Barcelos 1819 - 101
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Carlos Roberto R. Vargas e Cia
(53) 3231-3500
Marechal Floriano Peixoto 508
Rio Grande, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Marilene Lucas Oliveira Bicca
(53) 3222-7398
Rua Anchieta 2396
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia

Dados Divulgados por
GISLAINE ROCHA DE QUADROS
(51) 8171-2976
Consultório de Fonoaudiologia em Canoas
Canoas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Foniatria

Dados Divulgados por
Valerie Noronha Menezes Kreutz
(51) 3222-9277
Padre Chagas 147 - Sala 504
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Estetica

Dados Divulgados por
Valerie Noronha Menezes Kreutz
051 36010723
rua bento gonçalves 1049
Osorio, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Estetica

Dados Divulgados por
Gessie Anne Lopes
(51) 3023-8888
Rua Marechal Floriano Peixoto 450
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina Interna

Dados Divulgados por
Jose Antonio Leivas Lang
(53) 3222-5522
Rua Padre Anchieta 2445
Pelotas, Rio Grande do Sul
Especialidade
Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Dados Divulgados por
Gislaine Astir Lunardi Flores
(51) 3012-1739
General Neto 143
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Especialidade
Medicina do Trabalho

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica Proctologista

Fornecido por: 

– A patroa anda apertando tanto o cerco que não tive alternativa... – lamentou o sujeito de meia idade, cabisbaixo enquanto sentava no consultório.

E, se inclinando como quem vai sussurrar um segredo, lançou sua pergunta perturbadora:

- Antes do senhor começar, doutor, me diga uma coisa: além de servir de motivo de piada entre meus amigos, para que eu preciso de uma próstata?

Boa pergunta. Entretanto, se você – homem – acha que o preventivo prostático é ruim, que tal considerar o outro lado? As mulheres têm menstruação, gravidez, amamentação, climatério, menopausa, celulite, varizes, preventivo ginecológico e todos aqueles pêlos que nascem por toda parte e que devem ser dolorosamente retirados periodicamente. Pensando com mais calma, a próstata saiu até barato. Mas isso ainda não responde a pergunta: e para quê você precisa dela?

A próstata é uma glândula que faz parte do sistema reprodutor masculino. Sua secreção auxilia o transporte dos espermatozóides produzidos nos testículos, tornando o homem fértil. É também dentro da próstata que ocorre parte da transformação da testosterona, o hormônio responsável por todas aquelas características de homem com H que você tanto se orgulha.

A próstata cresce pouco até a puberdade, alcançando cerca de 20 gramas por volta dos vinte anos de idade. Durante décadas, ela fica ali, fazendo seu trabalho quieta e esperando feito onça no mato. Os rugidos começam por volta dos 40-50 anos, quando a glândula pode começar a crescer de modo alterado.

As manifestações mais comuns dos problemas na próstata incluem jato urinário mais fraco; dificuldade ou demora para iniciar a micção; necessidade freqüente de urinar (principalmente à noite); presença de sangue na urina; e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga ao término da micção. A presença de um ou mais destes sinais sugere que você talvez deva deixar o constrangimento de lado e procurar um consultório médico para seu exame preventivo.

Bons motivos para tanto sobram: 1 em cada 5-10 homens apresentará problemas na próstata ao longo de sua vida. O câncer prostático é considerado o terceiro câncer masculino mais comum, perdendo apenas para o câncer nos pulmões e no intestino grosso.

Nas próximas 24h, mais de 600 brasileiros desenvolverão câncer da próstata e quase 80 morrerão vítimas doença. Na maioria dos casos de morte, o diagnóstico tardio está na raiz da questão: no Brasil, mais da metade dos casos de câncer prostático são diagnosticados quando a doença já está disseminada. Quando o tumor é descoberto cedo, as chances de sobrevivência são enormes.

Existem exames laboratoriais que podem auxiliar a detecção de problemas na próstata. Por exemplo, a dosagem do Antígeno Prostático Específico, ou PSA, é útil, mas não fará você escapar do exame de toque. Cerca de 25% dos homens com câncer prostático possuem níveis de PSA dentro da normalidade, porém o tumor poderia ser detectado através do toque. O ideal é combinar o exame de sangue com o toque p...

Clique aqui para ler este artigo em Cada Dia e Você