Esqueci minha senha cadastre-se

Aliança Salvador, Bahia

Entenda sobre a escolha das alianças de casamento. Márcia Possik descreve alguns aspectos importantes dessa tradição. "Nas alianças de noivado, a noiva grava o nome do noivo e vice-versa. Já nas alianças de casamento, deve ser gravado o nome e a data do casamento", ela destaca. Anexo, confira adicional, uma lista de joalherias, em Salvador.

Aliança

Fornecido por: 

O uso da aliança surgiu por volta do Século 15, provavelmente em Provence, França, época em que começou a ser mais difundida a idéia do amor romântico, parecido com este que nós conhecemos. Pode parecer meio bruto falar assim, mas a gente não pode esquecer que, antes do século 15, amor e casamento eram coisas distintas. A aliança, como o nome revela, simboliza o laço existente entre o casal - um elo entre os dois.

Mary de Burgundy foi a primeira noiva da história a usar uma aliança como sinal de amor e união duradoura. A iniciativa de presenteá-la com um anel de diamantes foi de seu noivo, o Arquiduque Maximilan da Áustria, em 1477.

A forma circular do anel, sem começo nem fim, seria um prenúncio da continuidade do amor e devoção ao longo da vida do casal.

As alianças são usadas para celebrar a união de duas pessoas, um laço de amor, cumplicidade e companheirismo. Hoje em dia, alguns casais optam por usar alianças desde o namoro até o casamento.

O professor de joalheria Carlos Casnati, com 30 anos de atividade, explica a esta coluna que nas alianças de namoro (conhecidas como alianças de compromisso), os casais preferem usar prata, por ser um compromisso mais leve. O importante, neste caso, é que uma peça seja igual à outra. Mas, pode ser anel, não precisa ser necessariamente uma aliança.

Já as alianças de noivado normalmente são feitas de ouro amarelo e usadas no anelar direito, passando para o esquerdo no dia do casamento. O costume de usar o anel no dedo anelar da mão esquerda parece ligado a uma crença antiga. Acredit...



    
Continue sua leitura em Cada Dia